ECO-ESCOLAS 2020|21

Projeto no âmbito do Programa Eco-Escolas (Candidatura a Eco-Escola)

COORDENADORAS:
Prof.ª Dolores da Conceição Monteiro da Silva Leite

EQUIPA DO CONSELHO ECO-ESCOLA:
– Coordenadoras do Programa Eco-Escolas (2);
– Representantes dos alunos (22);
– Representante da Associação de Estudantes (1);
– Representantes dos professores (5 professores): Ciências Naturais (2), Educação Tecnológica/Educação Visual (1) Português (1); Cidadania e Desenvolvimento (1);
– Representantes dos encarregados de educação (5 representantes, um de cada ano de escolaridade);- Representante do órgão de gestão (1);
– Representante dos assistentes operacionais (1);
– Representante de Junta de Freguesia (1);
– Representante do Município (1)

EQUIPA de DOCENTES do CONSELHO ECO-ESCOLA
(dinamizadores das atividades/projetos):
Prof.ª Dolores Leite (Coord. do Eco-Escolas, de Ciências Naturais)
Prof.ª Sónia Sousa (Coord. do Eco-Escolas, de Ciências Naturais e Matemática)
Prof.ª Paula Cristina Carvalhal (docente de Ciências Naturais)
Prof.ª Sofia Damiana Jesus (docente de Ciências Naturais)
Prof.ª Sara Ribeiro (Educação Tecnológica e Educação Visual)
Prof.ª Teresa de Jesus Carneiro (Cidadania e Desenvolvimento)
Prof.ª Maria de Jesus Fernandes (Português)

CARACTERIZAÇÃO:
O Programa Eco-Escolas é um Projeto de Educação para o Desenvolvimento Sustentável (EDS), de âmbito Internacional, promovido em Portugal pela Associação Bandeira Azul da Europa (ABAE), secção portuguesa da Fundação de Educação Ambiental (FEE). 

OBJETIVOS
– Aumentar o conhecimento no âmbito da Educação para o Desenvolvimento Sustentável.
– Integrar a educação ambiental/EDS na educação formal, não formal e informal.
– Contribuir para a concretização dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (Agenda 2030-ONU).
– Promover a literacia ambiental através do recurso a metodologias participativas de exercício da cidadania.
– Abordar “pela positiva” as boas práticas de sustentabilidade (pedagogia de exemplo, construtiva).
– (In)formar e envolver os participantes aplicando a metodologia Eco-Escolas (7 passos).
– Trabalhar anualmente diversos temas sendo alguns deles de caráter obrigatório (água, resíduos e energia) aos quais acresce um tema do ano (ar ou espaços exteriores), podendo ainda integrar todos os outros temas e atividades em desenvolvimento na escola no âmbito da cidadania e sustentabilidade.
– Dinamizar atividades/projetos que promovam a melhoria ambiental da escola e da comunidade.
– Encorajar, reconhecer e premiar o trabalho desenvolvido pela escola na melhoria do seu desempenho ambiental.
– Sensibilizar para a necessidade de adoção de comportamentos mais sustentáveis.
– Criar hábitos de participação e cidadania, tendo como objetivo principal encontrar soluções que permitam melhorar a qualidade de vida na escola e na comunidade.
– Promover a participação dos alunos nos processos de decisão, através do desenvolvimento de atitudes e da consciencialização da importância do ambiente no dia-a-dia da sua vida pessoal, familiar e comunitária, com ações concretas que contribuem para o desenvolvimento sustentável.
– Incentivar a criação de parcerias locais entre a escola e as autarquias.

METODOLOGIA:
O projeto adota uma metodologia de trabalho (7 passos) que, articulando atividades de exploração de alguns temas, contribua para uma melhoria global do ambiente da escola e da comunidade. Os 7 passos são:
1. Conselho Eco-Escolas
2. Auditoria Ambiental
3. Plano de Ação
4. Monitorização e avaliação
5. Trabalho curricular
6. Informação e envolvimento da Escola e da comunidade local
7. Eco-Código

ORGANIZAÇÃO
O Projeto Eco-Escolas contempla atividades/projetos definidos no Plano de Ação elaborado pelo Conselho Eco-Escolas, cuja estrutura é a seguinte: tema; diagnóstico; objetivos; metas; ações e atividades previstas; recursos; intervenientes; calendarização; avaliação: indicadores e instrumentos. O projeto será desenvolvido no âmbito dos programas curriculares de diferentes disciplinas, em articulação com alguns projetos/ clubes da escola e com o envolvimento da comunidade educativa.

PÚBLICO
Alunos do 5.º ao 9.º ano

TEMAS/ ATIVIDADES/PROJETOS
Nota: Aqui são apresentados os principais temas e atividades/projetos (em resumo).
Espaços exteriores –  (agricultura biológica e alimentação saudável, compostagem, biodiversidade, floresta, mar)

“Hortas BIO ”- Horta BIO ECO Cávado
– Dinamização da Horta, de acordo com o projeto específico apresentado
– Formação/palestra sobre vermicompostagem para turma do 8.ºano

Notícia Horta Bio Eco-Cávado

“As aves que nos rodeiam”
– Construção de bebedouros e comedouros para aves
– Identificação de aves que visitam a escola e/ou da região

“Eco-Trilhos”
– Criação de Eco-Trilho, de acordo com o projeto proposto pelo Eco-Escolas

“As árvores da minha escola”
– Comemoração do Dia Internacional das Florestas – 21 de março (atividade adiada para o 3.º período)
– Elaboração do BI das espécies autóctones do jardim da Escola

Campanha “O mar começa aqui”
– Concurso de desenho para pintar nas sargetas (articulação com o Município de Braga e a Junta de Freguesia)

Tema: Água

Dia Mundial da Água (22 de março)
– Como podemos poupar água? “ECO-DICAS para poupar água”
– Conceito de pegada hídrica

Tema: Energia

– Alterações climáticas:
– Como podemos mitigar os efeitos das alterações climáticas?
– Conceito de pegada ecológica e de pegada de carbono
– Como podemos poupar energia? “ECO-DICAS para poupar energia”

Tema: Economia Circular/Resíduos
– Criar com estilo – Desafio Criativo “Aves em tecido”
– Campanha “LANCHE ZERO WASTE”
– Campanha de recolha de rolhas de cortiça – Concurso interturmas (Projeto Green Cork)
– Separação e valorização de resíduos orgânicos – Compostagem na escola e sensibilização para a compostagem em casa

ECO-CÓDIGO

Tema: Alimentação saudável e sustentável
– Na minha casa não desperdiçamos

Semana Eco-Cávado:
– Dinamização e divulgação de atividades do Eco-Escolas
– As atividades serão realizadas em articulação com algumas disciplinas, em particular Ciências Naturais, e alguns Clubes/Projetos (Clube do Ambiente, Projeto Erasmus + “Our Life in Our Hands”, entre outros).

Notícia “Momento musical de agradecimento”