VIVER CINEMA com HISTÓRIA e TECNOLOGIA

Alguns dos principais marcos da História do Cinema, dos finais do séc. XIX e inícios do séc. XX, estiveram em destaque ao longo do primeiro semestre, nas turmas de 9.º ano do nosso agrupamento, numa articulação entre as disciplinas ViVer Cinema com a Escola, História e TIC.

SEMANA UBUNTU NO AEMC

Na semana de 21 a 25 de fevereiro, as educadoras Ubuntu do Agrupamento, juntamente com duas colaboradoras da Academia de Líderes Ubuntu (ALU) do Instituto Padre António Vieira (IPAV) dinamizaram a Semana Ubuntu do Agrupamento de Escolas Mosteiro e Cávado, no Mosteiro de Tibães, junto dos 23 alunos selecionados para participar. Foi uma semana intensa, dedicada à ética do cuidado, à construção de pontes e à liderança servidora, com as temáticas de cada dia (a saber: Liderar como Mandela, Construir pontes, Vencer obstáculos, Vidas Ubuntu, I have a Dream) a serem trabalhadas com entusiasmo e cooperação entre todos. As educadoras agradecem à Diretora do Agrupamento, aos elementos da ALU, ao Mosteiro de S. Martinho de Tibães e a todos os convidados toda a colaboração para que a semana fosse um sucesso, como demonstra a avaliação dos alunos participantes.

Assim, numa escala de 0 a 10, os alunos avaliaram qualitativamente a semana Ubuntu com os seguintes valores:
– Dinâmicas e Reflexões: 8,95
– Avaliação global da semana: 9,34
– Utilidade da formação Ubuntu para a vida pessoal: 9,13

Deixamos ainda alguns exemplos de aprendizagens que os alunos sublinharam:
Que tenho que ser resiliente e ter empatia.”
“Aprendi que se tentarmos compreender o outro e pôr-nos no lugar do outro podemos tornar o mundo num lugar melhor.”
“Que não devemos julgar as pessoas pela cor nem pela raça; que devemos ajudar os outros quando eles mais necessitam; e que não devemos julgar as outras pessoas sem saber o seu histórico.”
Aprender a respeitar o outro.

No final da semana, os alunos deixaram testemunhos muito bonitos, partilhamos aqui alguns exemplos:
“Eu adorei e queria que esta semana nunca acabasse.”
“Gostei muito da experiência, foi a melhor semana que já tive.”
Gostei muito. Obrigada a todas vocês por estes dias interessantes.”
“A experiência foi única, divertida, emocionante e impactante.”

As aprendizagens desta semana irão agora ter continuidade no Clube Ubuntu do AEMC, dinamizado pelas educadoras Ubuntu e pelos alunos.

PROJETO ERASMUS +: “EcoSport: let’s get ready for a healthy life”

O AE Mosteiro e Cávado realizou a primeira mobilidade (de 9 a 13 de fevereiro) no âmbito do Projeto Erasmus +, fazendo-se representar por duas docentes, Fátima Ferraz e Cláudia Duarte. Esta mobilidade decorreu na escola IC Di Giacomo Santa Chiara Qualiano, em Nápoles, envolvendo escolas dos três países parceiros:  Portugal, Espanha e Itália, para delinear as atividades a desenvolver nas próximas mobilidades com os alunos, a sua monitorização e avaliação.

O projeto “EcoSport: consciencializar as crianças e jovens para uma vida saudável” pretende promover a inclusão social, através de atividades desportivas que promovem a socialização, o voluntariado, a proteção do ambiente e a promoção de um estilo de vida saudável, graças à  uma alimentação adequada. O principal objetivo é apoiar e desenvolver um conceito de desporto sem limites de idade ou condição física, para facilitar não só o crescimento e bem-estar dos alunos envolvidos no projeto, mas também promover a participação de todos os  intervenientes (família, escola, comunidade, associações) na promoção da inclusão social. 

Leituras no Museu (2.ª iniciativa): AE Mosteiro e Cávado

A Semana dos Afetos foi evocada com leituras encenadas, na segunda iniciativa do projeto LEITURAS NO MUSEU, resultante do protocolo celebrado entre o Museu dos Biscainhos e o Agrupamento de Escolas Mosteiro e Cávado, no dia 17 de fevereiro.

Tendo os objetivos de desenvolver a leitura e a sensibilidade estética, incrementar o gosto pelo património cultural, fomentar o diálogo entre as artes (a literatura e a música) e o espaço cultural e histórico de representação, o evento cultural, organizado pela Biblioteca Escolar do agrupamento, em colaboração com as docentes das turmas participantes, iniciou-se com uma performance da turma A2 (2.º ano de escolaridade), da Escola Básica de Panoias, seguido da turma 6.ºD, da Escola Básica Mosteiro e Cávado. Desta vez, a turma de segundo ano apresentou um conto africano UBUNTU, de Burkina Faso, e a turma do 6.º D presenteou o público com uma lenda de Macau, textos trabalhados numa perspetiva intercultural.

A atividade agradou aos familiares das turmas ali presentes e contou, como já vem sendo habitual, com o apoio dos Serviços Educativos do Museu dos Biscainhos, da Direção do Agrupamento e do Município de Braga.

Convite – Associações de Pais, Pais e Enc. Educação

No dia 17 de fevereiro, às 18h30, será dinamizada uma sessão de apresentação do Projeto #EstudoEmCasa Apoia (#EEC@), destinada às Associações de Pais, a Pais e Encarregados de Educação, que poderá ser assistida na seguinte hiperligação https://youtu.be/LvrZXKhNCGs

Esta iniciativa concretiza o plasmado no Eixo 1 – Ensinar e Aprender – do Plano de Recuperação das Aprendizagens e pretende, não só orientar, encorajar e apoiar os alunos na recuperação e desenvolvimento das suas aprendizagens com autonomia, mas também ajudar a desenvolver as competências transversais preconizadas nos documentos curriculares orientadores através da promoção e organização do trabalho autónomo dos discentes.

O AEMC vence concurso e passa a integrar a Rede de Clubes Ciência Viva na Escola

No passado dia 29 de dezembro, o Agrupamento de Escolas Mosteiro e Cávado (AEMC), contando com uma equipa constituída pelas docentes Alcina Teixeira, Sofia Damiana, Bárbara Costa, Catarina Maia e Susana Pinto, submeteu a sua candidatura ao Programa Impulso Jovens STEAM para a criação de um Clube Ciência Viva na Escola, tendo sido a proposta elegível e merecedora da classificação final máxima de 10 valores e trazendo para o AEMC a quantia de 9988,10€ para investir até ao ano letivo 2024/2025.

O Clube Ciência Viva na Escola – CSI (Ciência sob Investigação) MOSTEIRO e CÁVADO apresenta ações inscritas em dois eixos/projetos, a saber: Projeto Era uma vez…com ciência e Projeto Bio – Químio – Eco Mosteiro e Cávado. O primeiro eixo/projeto destina-se aos alunos do 3.º ano de escolaridade e conta com a colaboração, na qualidade de monitores e em regime de voluntariado, dos alunos do 9.º ano de escolaridade e tem como principais propósitos conjugar a literacia científica com as literacias da leitura, da escrita e artística e capacitar, em contexto, os professores do 1.º ciclo no desenvolvimento de competências científicas relevantes. Já o segundo eixo/projeto aplica-se aos alunos dos 5.º e 8.º anos de escolaridade e tem como primeiras finalidades contribuir, ativamente, para a preservação da biodiversidade e sustentabilidade dos ecossistemas aquáticos locais – Mosteiro de S. Martinho de Tibães e Rio Cávado – e, igualmente, capacitar, em contexto, os professores dos 2.º e 3.º ciclos no desenvolvimento de competências científicas relevantes.

As ações a desenvolver em ambos os eixos/projetos concorrem para atingir a totalidade dos objetivos dos Clubes Ciência Viva na Escola e permitiram definir quinze metas e respetivos indicadores a alcançar em cada um dos anos de implementação do Clube.

Por último, apraz referir que o Clube Ciência Viva na Escola – CSI (Ciência sob Investigação) MOSTEIRO e CÁVADO contará com três parcerias já protocoladas, especificamente com a Escola de Ciências da Universidade do Minho, o Centro Interdisciplinar de Investigação Marinha e Ambiental (CIIMAR) e o Planetário – Casa da Ciência de Braga.