Atelier de Aprendizagem Cooperativa-Estratégias de implementação na sala de aula

Esta ação de curta duração (ACD), em regime presencial, pretende dar resposta às seguintes questões:
1. Quais são os princípios da aprendizagem cooperativa?
2. Quais são os diferentes métodos da aprendizagem cooperativa? (Folha Giratória, Jigsaw, TGT, STAD, Telefone, Roleta, Learning Together, Mistura e Combina, Mesa Redonda, Pensar – Formar Pares – Partilhar, Cabeças Numeradas Juntas,…)
3. Como se constituem grupos cooperativos?
4. Como conjugar os diferentes métodos da aprendizagem cooperativa com as técnicas de avaliação formativa?
As inscrições na plataforma do CFAE Braga/Sul decorrerão nos dias 1 e 2 de setembro (até às 15h).
Limite de formandos: 40

ENSINO da MÚSICA

Informam-se os Encarregados de Educação/Pais que a lista ordenada de candidatos inscritos para o 1.º ano do Ensino da Música  e a lista ordenada de preferência de escola se encontram afixadas, para consulta, na Escola Básica Mosteiro e Cávado (escola-sede).

 

Alunos do Agrupamento de Escolas Mosteiro e Cávado organizam campanha de recolha de bens para animais abandonados

No âmbito da disciplina de Cidadania e Desenvolvimento, os alunos do 6.º ano organizaram uma campanha de recolha de bens para animais abandonados. Numa altura em que cada vez mais se verifica um maior abandono de animais domésticos, os alunos realizaram, na comunidade escolar, campanhas de sensibilização com o objetivo de envolver e sensibilizar a comunidade educativa para os problemas do abandono, maus tratos e defesa dos animais, desenvolvendo valores de solidariedade, compaixão, consciencialização e paixão pelos mesmos.
A iniciativa foi recebida por todos com agrado, tendo a recolha sido bastante satisfatória. No final, convidaram as associações ABRA (Associação Bracarense Amigos dos Animais) e Saquetas de Rua para comparecerem na escola a fim de doarem os bens recolhidos. Os representantes destas duas associações acederam de bom grado, agradecendo e felicitando toda a comunidade escolar pelo gesto realizado referindo que «estes gestos parecem pequenos mas para nós são de muito valor».  Segundo a representante da Associação Saquetas de Rua, Helena Costa, «diariamente saímos para alimentar diversas colónias de gatos situadas na cidade de Braga e que dependem de nós para sobreviver e são estes pequenos donativos que nos ajudam a continuar a ajudar mais e mais gatinhos que ainda precisam do nosso auxílio, por isso, todas as ajudas são bem-vindas».

“ESCOLA + VERDE”

No dia 8 de julho, o vereador do pelouro do ambiente, Altino Bessa, e o presidente da Câmara Municipal de Braga, Ricardo Rio, congratularam as escolas que participaram no Concurso “Escola + Verde”, entregando os prémios nas categorias de hortas verticais e hortas convencionais.
A Escola Básica Mosteiro e Cávado esteve representada pelas coordenadoras do Projeto Eco-Escolas para receber o 3.º prémio na categoria de hortas convencionais (escolas do 2.º e 3.º ciclos).
Parabéns aos alunos que contribuíram para este prémio da Horta BIO ECO Cávado!
Assim se faz mais cidadania ambiental e um mundo melhor!

BIBLIOTECA ESCOLAR

O Plano Nacional de Leitura e a Rede de Bibliotecas Escolares prosseguem o objetivo de divulgar anualmente as melhores práticas das escolas aLeR+ 2027, selecionando um conjunto de atividades de especial relevância e impacto no desenvolvimento de uma cultura de leitura, escrita e literacia em 10 Agrupamentos.
VER AQUI a  nossa atividade em destaque no PNL
A  Rede de Escolas Leitoras conta já com 156 Agrupamentos de Escolas /Escolas não agrupadas.

ECO-ESCOLAS

Momento musical do Eco-Escolas, agradecendo a todos

“Quantas cores o vento tem” – foi a canção que animou o momento musical agradecendo a todos os alunos a colaboração no Eco-Escolas.

No dia dezoito de junho, no âmbito do programa Eco-Escolas, realizou-se no recreio da Escola Básica Mosteiro e Cávado um momento musical protagonizado por três alunas, com a canção “Quantas cores o vento tem”. As alunas Inês Gonçalves do 9.ºB, Íris Fernandes do 8.ºB e Lara Silva do 8.ºA, abrilhantaram o momento simbólico de agradecimento aos alunos pelo envolvimento nas atividades do Eco-Escolas. O momento, que reconheceu o talento artístico destas alunas, serviu para assinalar a divulgação e aprovação do Eco-Código do agrupamento.

Parabéns às alunas e à professora de canto, Maria João Barreto, que as orientou e apoiou nesta atuação meritória e que foi acarinhada por todos.

ECO-ESCOLAS

 

ECO-CÓDIGO 
(passo 7 da metodologia do Programa Eco-Escolas)

O Eco-Código é um código de conduta que expressa algumas das principais atitudes que devemos adotar para melhorar a qualidade ambiental da escola e da comunidade.
As palavras de ação do Eco-Código tiveram como ponto de partida as mensagens criadas em defesa do ambiente no Dia Mundial da Dança, tratadas e melhoradas com rimas, com o contributo de alunos do 8.º ano. A aluna Inês Maciel do 8.º C tratou da melhoria do texto e design gráfico.
O Eco-Código já foi aprovado pelo Conselho Eco-Escolas.
Esperamos melhorar este trilho da educação e cidadania ambiental com a participação ativa da comunidade educativa.

A Escola-Sede do AEMC, foi apresentada com um pequeno filme, no encontro à distância, realizado no dia 17 de junho, entre alunos envolvidos no projeto Erasmus+: ECOSPORT – Let´s get ready for a healthy life, oriundos da nossa escola e das escolas  IES Profesor Antonio Muro (Espanha) e  IC Di Giacomo 3 S.Chiara (Itália).
Este filme foi preparado em articulação com os recursos da Biblioteca Escolar, constituindo-se como um recurso disponível para todos os projetos Erasmus+ implementados no nosso Agrupamento.

Concurso CONTA-NOS uma HISTÓRIA

O Agrupamento de Escolas Mosteiro e Cávado (Braga) está duplamente de parabéns, mais precisamente a Escola Básica de Panoias e a Escola Básica Merelim São Pedro, já que a turma A2 alcançou o 1.º lugar e a turma B2 posicionou-se em 2.º lugar, na modalidade áudio e na categoria 1.º e 2.º ano de escolaridade, no Concurso Nacional “Conta-nos uma história”. A atividade desenvolveu-se no âmbito dos projetos “Leituras com Música” e “Leituras Criativas”.
Note‑se que a dinamização deste concurso, que, este ano letivo, na sua 12.ª edição, contou com 320 trabalhos de todos os pontos do país, é assegurada pelo Ministério da Educação (ME), através da Direção-Geral da Educação (DGE), do Gabinete da Rede de Bibliotecas Escolares (RBE), do Plano Nacional de Leitura 2027 (PNL2027), da Direção-Geral de Administração Escolar (DGAE) e em parceria com a Microsoft, a Associação Portuguesa de Professores de Inglês (APPI) e a Rádio ZigZag.

Ler mais…