Mosteiro e Cávado celebra os DIREITOS HUMANOS

Maratona de Cartas 2021 saiu à rua em Lisboa!
Abrir AQUI


Assine e mude vidas
ver vídeo AQUI

Bernardo Call: preso por defender o ambiente
ver vídeo AQUI

Ciham Ali: onde está?
ver vídeo AQUI

Zhang Zhan: presa na China por expor a COVID-19
ver vídeo AQUI

“Mosteiro e Cávado celebra os Direitos Humanos” de 6 a 10 de dezembro de 2021.
A Equipa da EECE/Docentes de Cidadania e Desenvolvimento e a Biblioteca Escolar convidam a Comunidade Educativa a participar no
Mural dos Direitos Humanos.

1 de DEZEMBRO

O que se comemora no feriado nacional de 1 de Dezembro?
Qual a importância deste dia para os portugueses?
No dia 1 de dezembro comemora-se a Restauração da Independência Portuguesa.
Esta data histórica relembra-nos o momento em que, no ano de 1640, um grupo de conjurados restabeleceu a independência perdida durante 60 anos.
A união ibérica foi um longo e penoso período onde confluíram traições, promessas por cumprir, motins, repressões, perda de identidade e outros atentados à liberdade e independência de um povo. No entanto, a nação, apesar de moribunda, não estava adormecida. Corria nas suas diversas latitudes uma seiva que pulsava e gritava por libertação.
Esta ousadia fez-se movimento e coragem, levando um grupo de revoltosos que representava toda uma nação a restaurar o orgulho de um País, expurgando-o do jugo estrangeiro.
Nenhum povo vive sem as suas referências históricas que o definem e lhe dão sentido. Por isso, é preciso relembrar e festejar.
Que assim continue!

A Restauração de 1640

Panfleto – 1º de dezembro

Atividades – 1º de dezembro

PROJETO UBUNTU

Nos dias 15 e 16 de novembro, as cinco docentes e a psicóloga que constituem a Equipa Ubuntu no Agrupamento de Escolas Mosteiro e Cávado marcaram presença na capacitação prática presencial da formação de Educadores Ubuntu, dinamizada pelo Instituto Padre António Vieira e que decorreu na Escola Secundária Alberto Sampaio. Esta componente teórico-prática visou cimentar os conteúdos abordados na formação online dos dias 28 e 29 de outubro. As várias escolas envolvidas, entre as quais a Escola Básica de Mosteiro e Cávado, simularam de modo intensivo o que irá decorrer nas semanas Ubuntu com os alunos, explorando e recriando as atividades a serem dinamizadas nos vários dias da semana Ubuntu com os alunos, em concreto: Liderar como Mandela, Construir pontes, Vencer obstáculos, Vidas Ubuntu, I have a Dream. No final da formação, as educadoras Ubuntu do nosso Agrupamento receberam a t-shirt que simboliza a integração na Academia de Líderes Ubuntu, estando aptas a partilhar as vivências e aprendizagens com os alunos, no sentido do reforço do diálogo e para a co-construção de pontes e a liderança servidora.

     

  Projeto Era uma vez…com ciência

  A vida difícil de uma manteigueira

No passado dia 4 de novembro, no jardim de infância de Ruães, concretizou-se a primeira atividade no âmbito do Projeto Era uma vez…com ciência.
Esta atividade conjugou as literacias da leitura e da ciência para sensibilizar as crianças para o combate ao desperdício alimentar e materializou-se com a dinamização, pelas professoras Sofia Damiana e Susana Pinto, de uma hora do conto a partir da obra da Biblioteca Digital do Plano Nacional de Leitura A vida difícil de uma manteigueira, de Isabel Zambujal e Rodrigo Goulão de Sousa, seguida da realização da atividade prática laboratorial Que ciência existe por trás do fabrico da manteiga?, em que as crianças fizeram manteiga que depois provaram no lanche.
A atividade encerrou-se com um momento musical em torno da canção Prato limpo sem desperdício, cantada e musicada pela aluna Lara Silva, do 9.º A, que, juntamente com os colegas Maria Barbosa e José Peixoto, se voluntariaram para dinamizar esta atividade.
Os dinamizadores congratulam-se com a elevada motivação, o entusiamo e a capacidade de interação das crianças que deixaram de forma espontânea o convite para uma próxima visita e agradecem a colaboração das educadoras Sameiro Morais e Teresa Sequeira e da D. Noémia Duarte.
As próximas sessões desta atividade terão lugar nos dias 18 (Padim da Graça) e 25 (Merelim S. Pedro) de novembro e 2 (Merelim S. Paio) e 9 (Panóias) de dezembro.

ERASMUS+MOBILIDADE POLÓNIA

No âmbito do programa Erasmus+ estiveram em mobilidade na Polónia, entre 10 e 16 de outubro, três professoras do Agrupamento de Escolas Mosteiro e Cávado.
Esta foi a primeira mobilidade presencial no âmbito do projeto Our Life in our Hands”, que conta com uma parceria entre escolas da Polónia, Croácia, Espanha, Lituânia, Turquia e Portugal.
Durante a mobilidade, as professoras participaram em aulas, workshops e outras atividades de caráter cultural. Foi realizada uma aula aberta no Centro de Educação para a Natureza, no Instituto da Ciência Ambiental da Universidade Jagiellonian, em Cracóvia, onde foi enfatizada a importância da diversidade animal na Terra, a proteção de animais em vias de extinção e a história da vida no planeta Terra. Deu-se início à elaboração de materiais pedagógicos centrados em bons comportamentos ecológicos, para uma publicação comum a todos os parceiros do projeto, “Kids 4Earth”. Foi realizada uma breve formação de professores alargada aos métodos de divulgação das atividades do projeto, junto de cada escola parceira, bem como à troca de ideias e ao planeamento de próximas mobilidades, dentro de um espírito de cooperação entre parceiros do projeto.
Além das atividades letivas, houve lugar a uma visita guiada a Cracóvia, onde pudemos visitar o Castelo Real, a Colina Wawel, a Igreja de Santa Maria, a Universidade Jagiellonian de Cracóvia e, ainda, a Praça do Mercado, as Minas de Sal de Wieliczka, a povoação de Lanckorona, o Mosteiro de Kalwaria Zebrzydowska e os campos de concentração nazis, Auschwitz e Birkenau.
Durante os tempos livres, as professoras puderam confraternizar com todos os parceiros do projeto, enaltecendo laços culturais e linguísticos, dois grandes objetivos do projeto, “Our Life in our Hands
Foi, sem dúvida, uma experiência enriquecedora para todos. Pela partilha, pelas aprendizagens e pelas as amizades que se fizeram.